À descoberta da Costa Vicentina

a-descoberta-da-costa-vicentina-daydreams-blog
Este fim-de-semana foi de passeio pela Costa Vicentina, local que já há muito tinha curiosidade de visitar. Aproveitei então a ocasião do aniversário de namoro aqui dos meninos e pensei para os meus botões que se queria ir lá passear nos tempos próximos, o melhor era ser esperta e oferecer ao homem uma estadia algures por essas bandas. A verdade é que não podia ter escolhido melhor. Sou uma mulher de mar. Pode ser rio vá, mas que seja coisa a sério! Isto porque para mim uma terra sem água deixa-me sempre a sentir incompleta, como se faltasse ali qualquer coisa para aquela terra me cair no goto. E falta mesmo. Falta a água.

Fizémos quilómetros atrás de quilómetros, alguns deles debaixo de chuva tão intensa que pensei que não íamos conseguir aproveitar nada do primeiro dia. Mas, como se a própria natureza soubesse que não teríamos muito tempo para aproveitar tão belo local, a chuva desapareceu quase milagrosamente a partir do momento em que chegámos a Sines. Depois disso, fizémos toda a costa até Odeceixe, e fomos parando em algumas das terrinhas mais conhecidas para podermos finalmente ficar a conhecer esta zona. 

A praia de S. Torpes.

 Porto Covo.

A famosa ilha do Pessegueiro, eternizada pelo grande Rui Veloso.

Vila Nova de Mil Fontes.

Praia das Furnas.

Cabo Sardão.

Almograve.

Praia de Odeceixe.

Praia do Carvalhal.

Azenhas do Mar.

Zambujeira do Mar.

Praia do Malhão.

E foi na belíssima praia do Malhão que terminou o nosso passeio. E que belo local para terminar! Ainda nos metemos em aventuras por estradas ‘arenosas’ nas quais estávamos a ver que ficávamos com o carro atolado no meio de nenhures. E subir para aí uns 6 metros de duna para percebermos que estávamos a mais de 100 metros de conseguir ter vista para o mar? Pois é, ficámos a ver o fiozinho de mar que se via ao longe, e a ouvir o som das ondas a massacrar o areal. Foi cansativo, mas de tal forma recompensador que tinha ficado nesta vida por mais uns bons dias. Ficou o desejo de passear novamente por estas bandas quando o tempo estiver mais agradável (mas nada de Verão, que aquilo deve ficar impossível!). Para vocês fica a sugestão de visita numa das zonas mais bonitas de Portugal.

Ahh e estão a ver como já comecei a cumprir umas das minhas resoluções de ano novo? Ir mais vezes para fora cá dentro. E começo cedo. A ver é se não perco o fulgor.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  1. Muito obrigada Diana, que querida 🙂 também já tive oportunidade de me cruzar com o teu blog e gosto muito dele, por isso continua o bom trabalho (ahh e espero que possamos encontrar-nos no Bloggers Camp 🙂 )!

    É óbvio que vais amar a costa vicentina! Tens mesmo que lá ir e depois quero ver a tua perspectiva pelo +351 🙂 *

  2. Olá 🙂 ainda bem que gostaste do Daydreams! Eu ainda não conhecia a costa alentejana quando fiz esta viagem e fiquei a adorá-la 🙂 passei em vila nova de santo andré, sim, mas já foi de noite e só fui até à lagoa. Mas fica prometido um novo passeio para breve *

  3. Se eu desconhecia a Costa Alentejana, que me dizem ser maravilhosa no Verão, não é de todo menos maravilhosa no Inverno 🙂 Vale a pena visitar sim, também nesta altura do ano. *

  4. Espero que sim, estou motivada e entusiasmada para atingir todos os outros objectivos 🙂 Que todos os teus se realizem também e depois vai contando lá pelo blog, para podermos partilhar as tuas conquistas e ficas muito felizes, por ti e contigo <3 *

  5. Não conhecia mesmo de todo. Nadinha. Nicles! E era uma grande perda na minha vida. Mas agora já conheço um bocadinho, e com tantos incentivos para ir lá no Verão e garantias de que aquilo não é absolutamente impossível estilo Algarve, pode ser que ainda me aventure. Talvez já não seja este ano, mas conto seriamente com isso 🙂

  6. Mas não conhecias a Costa Vicentina? Uma das zonas mais bonitas de Portugal? 😉
    É um dos passeios que mais gosto de fazer e que, normalmente faço no verão, quando vou passar uns dias de férias ao Algarve (se for para a zona de Lagos), fazendo o caminho pela costa.
    Vai lá no verão! Contrariamente ao que pensas, não fica impossível! A praia de S. Torpes, por exemplo, em pleno mês de julho, é fabulosa! Para mim, a única coisa que me impede de passar as férias de verão pela Costa Vicentina é o mar ser tão bravo…

  7. Ahh grande mulher! A apanhar ouriços em vez de estares enfiada na água e a apanhar banhos de sol :p é mesmo linda. Como disse à Fátima, talvez mesmo um dos sítios mais bonitos do Mundo! *

  8. Querida Fátima, há anos que ouço falar da costa alentejana como um dos locais mais bonitos do país, mas infelizmente não aconteceu ter visitado antes. A verdade é que não desiludiu! É um dos sítios mais bonitos do Mundo! E tenho a certeza que vou lá voltar, uma e outra vez, para apreciar com mais vagar cada pedacinho de costa, cada recanto, cada onda. Amei 🙂

    Obrigada 🙂 e que 2014 te traga também tudo de bom! *

  9. AMO a Costa Vicentina, é uma das minhas partes preferidas de Portugal, se não a preferida! <3
    E já andei por algumas dessas praias a contar e medir ouriços do mar no trabalho do final da licenciatura xD

    beijinho*

  10. Bom gosto, Cat, eu adoro a Costa Vicentina – nomeadamente Porto Covo. É um amor antigo, as primeiras praias do litoral alentejano que conheci 🙂
    Espero que 2014 te traga todas as viagens (cá dentro ou lá fora) que desejas!
    B'jinhos!

  11. Aaai há posts em que percebo que somos muito parecidas 🙂
    E eu também ando a "pedir" este passeio ao Rapaz, praticamente desde que nos conhecemos :p
    É em 2014!!!

    Beijinho,