À descoberta de Florença

a-descoberta-de-florenca-daydreams-blog

Mais uma segunda-feira e mais um passeio por terras distantes para ajudar a começar esta nova semana da melhor maneira.

Desta vez trago-vos Florença. Ah! Bela Florença, que me fizeste apaixonar por ti aos poucos e poucos, sem pressas, sem obrigações. Apenas com o teu jeito de viver, com a tua arte, com a tua história. Digo isto porque ia com grandes expectativas para Florença. Muita gente me dizia que era ainda mais bonita que Roma e eu, que já tinha achado essa cidade fascinante, estava ansiosa por chegar a Florença e viver aquela que todos me diziam ser a mais bela cidade italiana. Chegada a Florença pensei ‘ohh não, não é nada do que estava a pensar…não gosto! E agora vou ficar aqui presa durante três dias!‘.

O primeiro impacto desiludiu-me… esperava mais imponência, mais sofisticação, e o que encontrei foi exactamente o oposto disso. Mas a verdade é que, perdidos pelas ruas, ao descobrir aquilo que não vinha nos guias turísticos, ao descobrir as feiras, a arquitectura e a arte, acabei por me render a esta soberba cidade. Um ponto de paragem (não apenas de passagem) obrigatório numa ida a Itália.

O Duomo. Diferente de todos os que já tinha visto em Itália é absolutamente magnífico! Majestoso, imponente, trabalhado com incrível pormenor. A última fotografia mostra parte da vista que se tem sobre a cidade ao subir até ao cimo da cúpula da basílica.

A vista que se tem sobre o Duomo a partir da Piazzale Michelangelo, do outro lado do rio Arno.

A ponte Vecchio. Um dos locais mais bonitos e emblemáticos da cidade, onde se encontram imensas joalharias, onde há sempre artistas de rua a tocar e onde se pode apreciar o pôr-do-sol mais bonito da cidade.

Galerias Uffizi. Um museu a não perder, especialmente pelas obras maravilhosas de Boticcelli que tem expostas, como o Nascimento de Vénus e Primavera.

A Basilica di Santa Croce. Lindíssima! Em Itália paga-se para entrar na maior parte das igrejas, mas quase todas valem muito a pena.

Mais uma fotografia que não devia ter tirado (oops!). Aqui está o David de Michelangelo, para aí com três metros de altura e completamente per-fei-to!

Aqui também comi o melhor gelato da minha vida! Na Stickhouse, a caminho da ponte Vecchio, é onde podem encontrar esta gelataria com todos os sabores que possam imaginar.

Então gostaram de Florença? Eu acabei rendida de alma e coração a esta cidade que parece transportar-nos para tempos que já passaram há muito. Para a semana trago-vos…tcham tcham tcham tcham… VENEZA! Aposto que já estão ansiosos!

PS – Se gostaste deste post vê também:
– Viagens: Roma #1
– Viagens: Veneza
– Viagens: 24h em Roma: o que ver e fazer

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  1. Sem dúvida uma cidade a não perder! E se os teus pais estão com vontade de ir, aproveita a boleia 😉 e acho que vais adorar Itália inteira! Eu ainda fiquei com toda a costa por ver, que é uma das zonas mais bonitas de todas!

  2. Nunca fui a Itália, mas quando for, será um dos meus pontos de paragem obrigatórios. Os meus pais já foram várias vezes a Itália mas nunca a Florença e é uma das coisas que querem fazer em breve. Lucky me! =)