Mudar... e voltar a estudar!

voltar a estudar

Dois mil e dezasseis ainda agora começou, mas trouxe consigo a coragem e a motivação para a mudança.

E não, este não vai ser mais um daqueles posts vagos que preenche a blogosfera de pontos de interrogação e conteúdo no mínimo confuso. Neste post vou dizer-vos exactamente o que vai mudar. Para além do meu estado civil (ahahaha just kidding!), vou voltar a estudar. 

Já vos tinha dado a dica no meu post sobre o novo ano, mas ainda estava a assimilar as ideias, e a perceber até que ponto esta vontade era uma coisa real. E é, é muito real. Eu, que dizia que nunca mais queria voltar a fazer exames e trabalhos etc, que me livrei do doutoramento no final de 2014 e a minha vida estava finalmente tranquila, vou meter-me outra vez em aventuras.

Desta vez porque quero mudar a minha vida. A investigação, sei-o hoje, não é mais o meu caminho. Foi durante muito tempo, vai continuar a ser por mais algum, mas não há nenhuma perspectiva futura nesta vida que me faça entusiasmar e sentir os olhos a brilhar e o estômago apertado de entusiasmo. Não imagino uma carreira académica e, só estando por dentro se pode perceber o quão difícil seria mesmo que assim o desejasse, nem tenciono ir para fora quando o mais-que-tudo tem uma carreira relativamente estável, com perspectivas de progressão bastante boas. E, em Portugal, é quase impossível ser-se exclusivamente investigador. Mas mais, mesmo que estas hipóteses fossem todas viáveis, não as queria...

"E então no que é que te vais meter?", perguntam vocês. Vou fazer uma pós-graduação em Marketing Digital. Ou seja, assim de repente, nadinha a ver com ciência, nem com investigação. Mas, para vos ser honesta, é isso que me entusiasma! Esse partir para o desconhecido, sem saber exactamente o que me espera nem as portas que me poderá abrir. Esse saber que vou aprender algo novo que me interessa muito e que me faz vibrar. Esse sentir que estou preparada para mudar, independentemente do quanto o processo possa ser difícil. Porque vai sê-lo, muitas vezes. Vou continuar a trabalhar a tempo inteiro e ainda vou estudar. Nunca o fiz, mas acredito que não é fácil, nem é para todos. Acredito também que me vai passar pela  cabeça a ideia de desistir, mas sei que não vou fazê-lo. Se há coisa que aprendi com esta vida na investigação foi a lidar com a frustração e com a sensação que nunca tenho tempo para nada.

Portanto, agora só me resta começar! E dizer-vos que estão sempre a tempo de 'recomeçar'. Acho, sinceramente, que o mais importante é sermos felizes, e a mim custa-me que o trabalho que tenho de fazer para o resto da vida não me entusiasme minimamente. Se também vos acontece, façam de 2016 o ano da vossa própria mudança. Inscrevam-se num curso, comecem à procura de um novo emprego mas mudem. Mudem alguma coisa naquilo que não vos deixa felizes e confiantes. Porque se não fizerem nada, nem que seja o mínimo dos mínimos, não têm moral para reclamar,  mesmo que seja a vossa própria vida.

E entretanto, se houver desse lado alguém que conheça escolas boas para fazer esta pós-graduação que me diga! Neste momento as opções que me apareceram foram IADE+IPAM, EDIT e ISCTE, todas com os seus prós e contras. Por isso aquilo que eu queria mesmo era encontrar pessoas com inside knowledge para me darem umas dicas a sério. Acham que me podem ajudar? Obrigada! E que as mudanças boas da vossa vida comecem todas este ano!


Posts relacionados

34 comentários

  1. Que coragem, Cat! És um exemplo! A área da investigação é mesmo complicada - não falo por experiência própria, mas tod@s @s que conheço nessa situação dizem o mesmo. Infelizmente por terras lusas é assim. Anyway, se não é o que te atrai, é tão bom teres coragem de mudar! E vai correr tudo bem - ou não fosses tu uma mulher-maravilha cheia de coragem :D

    Jiji

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joaninha, a sério, as tuas palavras até me dão arrepios e me deixam emocionada! Sou nada a mulher-maravilha, mas não sou pessoa de me deixar derrotar nem de achar que não posso fazer nada para mudar. Posso e vou! :) Obrigada pelo teu carinho! A investigação, na minha perspectiva, já deu o que tinha a dar. Por muito que gostasse que assim não fosse, especialmente pelos mais novos que entram agora cheios de ilusões, o caminho é duro, e com poucas perspectivas. E é isso que me magoa. Mas agora estou numa fase tão motivada que nem isso me incomoda ahahaha *

      Eliminar
  2. Acho que fazes muito bem em correr atrás do que te faz feliz, e isso é inspirador.:)

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Daniela, és uma querida! Beijinhos*

      Eliminar
  3. Como te compreendo! Estou a acabar o mestrado em bioquímica e vejo todos os meus colegas a irem pelo caminho da investigação, enquanto eu só quero arranjar um trabalho mais sólido numa empresa. A investigação é muito complicada e exige abdicar de muita coisa, por agora vou tentar manter-me afastada. E já agora, parabéns pela coragem de mudar!

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é um caminho fácil, não. Eu confesso que, ao fim de 8 anos dou por mim a pensar em quais são as perspectivas reais de evolução (poucas, muito poucas), mas, mais que isso, no que é que eu queria fazer dentro dessas poucas perspectivas que há. E a resposta é que me motivou a mudar: Nada! Absolutamente nada! Daí que tenho de ir para outras paragens ahahaha Beijinhos* e boa sorte!

      Eliminar
  4. You go, guurrl!! :D Acho que vais sair-te muito bem, seja qual for a opção que escolheres. Nos primeiros tempos não vai ser fácil conciliar, mas eu sei que vais conseguir! :D

    Joan of July

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho-te a ti, e à Ana, para me motivarem :D e quem sabe a mais umas colegas de turma bem fixes :p Beijinhooooos*

      Eliminar
  5. Fui aluno do IADE (na área de Design, mas tive algumas cadeiras mais ligadas ao marketing em que tinha contacto com outros profs.) A grande vantagem do IADE é que 90% das vezes tens professores que trabalham na área. Não são apenas académicos, eles realmente trabalham em agências e têm contacto diário com o que se está a fazer. Além disso continua a ser uma grande referência como universidade, em Portugal e no estrangeiro, nas áreas de Marketing e Design. Espero que ajude :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mafalda, ajudou imenso! Eu estou, desde o início, mais inclinada para a pós-graduação do IADE-IPAM, e este teu comentário só me veio ajudar a ficar ainda mais convencida de que será a minha melhor opção :) Obrigada! Um grande beijinho*

      Eliminar
  6. Muitos Parabéns Catarina! Porque para uma decisão assim é preciso ter muita coragem, é mesmo. És sem dúvida uma inspiração :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aii Ana, muito obrigada! Acho que vou ter de ter mais coragem (e força de vontade) para conciliar trabalho e estudo e mais uns projectos novos :p vida doida a minha! Mas só quero que as pessoas sintam que estão sempre a tempo de mudar :) beijinhos*

      Eliminar
  7. A coragem que é necessária para fazer uma alteração assim é de louvar! Eu percebo, a investigação não está mesmo a dar em nada neste país à beira mar plantado. Podemos andar de bolsa em bolsa, mas isso também não é vida, não proporciona nada estável a longo prazo. Gosto de fazer investigação, mas visto que a vida associada é tão precária torna tudo menos apetecível. Louvo mesmo a tua coragem para mudares, imagino que não se tome uma decisão dessas de ânimo leve. Força nisso :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, obrigada pelas tuas palavras! São, sem dúvida, a confirmação de que a minha decisão é a certa :) foi muito duro para mim o concurso para pós-doutoramento. Tive bolsa, tive, mas foi um concurso difícil e, mais que isso, vi pessoas mais velhas, no mesmo concurso que eu, a ficarem sem bolsa e sem 'ordenado'. Pessoas essas que têm filhos e famílias e despesas para pagar. Eu não quero isso para mim! Não mesmo. Por isso a decisão foi mais ou menos fácil. Difícil foi saber para o que queria mudar. Mas a vida dá voltas! E agora sei exactamente no que me quero focar e concentrar! Obrigada mais uma vez pelas tuas palavras :) beijinhos*

      Eliminar
  8. Quando me contaste desta grande "novidade" fiquei em êxtase por ti! Sei que te vais sair milhões de bem até porque sei que é uma área que pela qual te interessas e que te dá "pica". És a maior! E tenho orgulho em ti ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me faças chorar caraças! Tu sabes a 'pica' que me dá :p ou não estivéssemos a trabalhar tanto por causa disso :D conto com o vosso apoio along the way, nos dias de maior desmotivação <3 beijinhos*

      Eliminar
  9. Oh meu deus Cat, que bom! :D também eu vou voltar a estudar por isso estamos juntas no mesmo barco. Eu cá continuo na investigação, mas como a minha é em ambiente empresarial, é um pouco diferente e até gosto. E curioso que também eu gostava IMENSO de tirar algum tipo de formação em Marketing Digital, sabias? :D agora cá na empresa estou um pouco encarregue da parte de Marketing (essencialmente Digital) e estou a gostar imenso!

    Vai miúda, vais arrasar! <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cat, 'tamo juntas! :p mas agora a sério, estamos mesmo, e já sabes que qualquer coisa, não hesites! Quem sabe um dia não te dedicas também a esta área ahahah :) pode ser que na altura seja bem sucedida e te possa dar umas dicas :p beijinho enorme e boa sorte para esta nova fase*

      Eliminar
  10. Estou a tirar pós-graduação no IPAM Porto, e realmente tem os seus prós e contras. Algumas cadeiras penso que são para quem já tem um bocadinho de experiência na área. Sei que tanto no IPAM como na EDIT basicamente todos os professores trabalham na área, o que é excelente. No geral estou a aprender bastante e a ficar com conhecimentos em várias ferramentas que de certeza me vão ajudar no futuro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo teu feedback Ana. Pois, eu sei que essencialmente esta pós-graduação seria para quem já tirou o curso de marketing ou em área relacionada (não é de todo o meu caso). Mas conto informar-me mais um pouco das bases da área e, mais do que isso, empenhar-me ao máximo para ser bem sucedida! Beijinhos e boa sorte*

      Eliminar
  11. YAY! Parabéns Catarina, realmente é preciso muito coragem para decidir fazer uma mudança assim, pode ser difícil alguns dias mas vais conseguir ;)
    Afinal, não vale a pena andar por aqui se não estivermos a fazer uma coisa que realmente seja aquilo que nos deixa feliz!
    Força =D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Jessica :) é mesmo isso que eu acho: se não te faz feliz, procura algo que faça! :D Sou uma doida por me meter a estudar de novo quando finalmente estava livre de avaliações e assim, mas sinto que é mesmo o caminho a percorrer e só espero sair-me bem :) Beijinhos*

      Eliminar
  12. Que boa notícia. Fico tão feliz por ti :)

    ResponderEliminar
  13. Eehehe!!! Junta-te ao clube! Também descobri o MKT Digital o ano passado e neste momento invisto todo o meu tempo nele - já fiz formações fantásticas e tenho aprendido imenso, mas é uma área em que temos de estar sempre em cima do acontecimento Por outro lado, é uma área que me surpreendeu porque já sabia algumas coisas!! Este ano (em setembro/Outubro) vou fazer a pós graduação do IADE/IPAM (só não comecei em Setembro porque não deu mesmo) mas entretanto tenho feito muitas formações e apanhado livros muito bons. Se queres saber mais coisas, manda-me um mail e falamos, boa? Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, já falámos por email e estou totalmente entusiasmada com isto! Eu já estou habituada a ter de andar sempre em cima do acontecimento. Ciência também é muito assim, e as novidades estão a chegar constantemente. Mas, mais importante de tudo, vamos ser colegas de turma! (ou, pelo menos, assim o espero!) um grande beijinho*

      Eliminar
  14. Estudar e trabalhar ao mesmo tempo não é fácil, não é fácil de todo... mas como se costuma dizer: quem corre por gosto não cansa. Eu trabalho e entrei na universidade, estou no 2º ano... mas a aprender montes de coisas e a ver mil e uma oportunidades na minha vida. Esse sacrifício vai valer-te a pena, CAT! O ISCTE é mesmo uma boa universidade. Estou a torcer por ti! ;) :*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério Margarida? Conta-me tudo :) o que estás a estudar? Que bom sentir-te assim entusiasmada e motivada com as perspectivas futuras! É exactamente disso que eu preciso! Eu sei que o ISCTE é muito bom, mas estou com receio que sejam um bocadinho 'velhos do Restelo'... Tens alguma ideia sobre isso? Beijinhos e boa sorte! *

      Eliminar
  15. Coragem e boa sorte com esta nova aventura!! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Akane :) vai ser preciso coragem quando o estudo começar a apertar e os trabalhos a acumularem-se, mas estou confiante e motivada ahahaha Beijinhos*

      Eliminar
  16. Já eu tenho em mente continuar a estudar durante muitos anos, sem na verdade nunca parar. Gosto de o fazer. Trabalhando e estudando.
    Dizem que sou maluca. Talvez...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qual maluca qual quê! Tens é de fazer aquilo que te faz feliz! E, se consegues viver bem assim, porque não? :D beijinhos e muita força!*

      Eliminar
  17. Adorei!! eu própria estou com vontade de fazer o mesmo este ano, dar a volta à vida!
    Realmente temos que fazer aquilo que gostamos e que nos faz feliz, e se estamos constantemente a evoluir nos nosso gostos e na forma como pensamos, não será também natural evoluir na forma como trabalhamos, e em quê?
    Há uma frase em que penso sempre, que diz: Se não gostas de como estás, mexe-te, não és uma árvore! Eu só preciso de um pouco mais de coragem, mas acho que estou quase lá.
    Parabéns Catarina, e boa sorte! beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Flávia, aquilo que dizes é tão verdade! É mesmo muito natural que os nossos gostos evoluam e por isso, também é normal que possamos mudar a nossa perspectiva em realação à área em que queremos trabalhar :) e não somos de todo 'árvores', por isso não podemos estagnar e parar de evoluir (e, pior que isso, desistir dos nossos sonhos). Boa sorte para ti! E força! Qualquer coisa manda um email e podemos falar :) *

      Eliminar