2015, vou deixar-te fluir

Este ano resolvi que não ia fazer resoluções. Uma das principais razões é o facto de, para mim, este ser um ano de algumas (talvez muitas!) mudanças, mas também um ano que começa com algumas incertezas. Uma das minhas resoluções

Adeusinho 2014… Bem-vindo 2015!

Pois é, já estamos a dia 6 de Janeiro e eu ainda não fiz o balanço do ano que passou nem escrevi as minhas resoluções para este ano, shame on me! Mas ainda antes disso, quero desejar a todos os que

Coisas que a investigação me ensinou

Toda a vida sonhei que queria ir para investigação (pelo menos desde que me lembro de mim própria), ainda mal eu sabia que áreas o permitiam e o que de bom se fazia em Portugal (e no resto do mundo) neste campo.

O meu pai, eu e um filme

Foi no final do mês passado. Procurava saber o que havia de novo a acontecer na cidade de Lisboa. Bati com os olhos naquele nome de que ouço falar há tantos anos. Ingmar Bergman. Uma mostra de cinema do realizador