Quioto – a velha capital

quioto-daydreams-blog

Já se passou mais de um mês desde que saí da zona onde vivo e fui dar um passeio bem grande, e maravilhoso, pelo Japão com o mais que tudo. Começámos por Quioto, e nem poderia ser de outra forma. Queríamos muito viver o lado mais tradicional do Japão e, dentro das cidades grandes e com melhores acessos, este era o nosso melhor ponto de partida.

Quioto é uma cidade magnífica! Os templos acumulam-se, homens e mulheres envergam orgulhosamente os seus quimonos, sendo que os delas são lindos mas, segundo dizem, dão uma trabalheira enorme a serem vestidos. Respira-se uma imensa tranquilidade nesta cidade, algo que associo totalmente ao budismo. Mas, o melhor de tudo, é que o Japão ainda é um tesouro mais ou menos bem escondido. A quantidade de turistas é mesmo muito baixa (ou pelo menos era nesta altura), o que foi contra todas as minhas expectativas e me fez amar ainda mais este passeio. Sinto-me uma sortuda, e uma privilegiada, por poder conhecer o Japão ainda assim, igual a si mesmo, sem ter perdido a sua essência.

Embora mais tradicional, Quioto é uma cidade cheia de personalidade, cheia de recantos bonitos, com uma mistura harmoniosa entre moderno e antigo e cheia de árvores e flores. E já viram como os japoneses podam as árvores como se fossem bonsais enormes? São tão adoráveis aqueles pompons!

Tudo é pitoresco por aqui e os ‘cenários’ são de tal maneira idílicos que não pude evitar sentir que estava dentro de um filme. Não conseguem imaginar os samurais a saltar de telhado em telhado? Ou as gueixas a passearem-se lentamente pelas ruas?

Quioto é uma cidade grande, mas nem parece. No fundo, o mesmo acontece um bocadinho por todo o Japão. A verdade é que não damos conta da quantidade de gente que vive na maior parte das cidades japonesas até ao momento em que nos dirigimos para as zonas comerciais. E é tão bom poder apreciar cada sítio com calma, e poder absorver todos os cheiros, tradições e comportamentos.

As meninas com os quimonos (são tão bonitos, não são?), as árvores ainda a mostrar alguns vestígios do outono e a zona à beira rio que é uma das mais agitadas da cidade, ladeada por bares, restaurantes e lojas. Chegada a hora do jantar estas ruas enchem-se de gente jovem e a calma e silêncio tão característicos dos japoneses dão lugar ao seu lado mais divertido, a gargalhadas sonoras, e a conversas num ou dois tons acima do normal. É bom saber que eles também se sabem divertir quando querem, não é? :p

Aqui o Teatro de Minami-za, o mais antigo teatro de kabuki do Japão. Kabuki é uma performance de dança e drama típica japonesa, que antigamente acontecia, muitas vezes, durante dias inteiros. Escusado será referir que a fachada deste teatro é de tirar o fôlego. LIN-DO!

Um acontecimento recorrente pelo Japão: tirar os sapatos em todo o lado. Em templos, monumentos, restaurantes, escolas… you name it! Por isso, escolhi sapatos bons para poder andar à vontade caso fosse preciso tirá-los e pô-los de novo (não custavam nadinha a calçar e descalçar). Podia ter sido perfeito não fosse o frio que esteve nalguns dias ahahaah! Não se pode ter tudo, não é?

Antes de dizermos adeus ao Japão por uns dias – sim, sim, o nosso passeio por Quioto ainda está muito longe de estar acabado -, digam-me lá: qual a cidade do Japão que mais gostavam de visitar? Só uma! Aquela que, mal pensam em vir para a terra do sol nascente, é a primeira que vos vem à cabeça? Não se acanhem e deixem tudo nos comentários 🙂

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  1. Adorei este artigo!
    A verdade é que nunca tinha pensado no Japão como um destino turístico, primeiro vem sempre Estados Unidos, Brasil, Tailândia, etc, nunca Japão, mas depois de ler este teu artigo fiquei com muuuita vontade de conhecer. =D

    Estou curiosa para os próximos! 😉

    Meio Cheio

  2. Adorei a tua descrição, é tão fácil ler-te. E as fotografias estão lindíssimas. Realmente Quioto parece ser muito bonita, não fazia ideia de que era tão calma. Aliás, uma das razões pelas quais não tinha uma grande vontade de visitar o Japão era por julgar que seria muito confuso. A verdade é que os teus posts sobre o Japão têm alterado muito a perspectiva que tinha sobre esse país, que cada vez mais me parece maravilhoso e de visita obrigatória. Ano novo no Japão já tinha ficado na minha wishlist, visitar Quioto junta-se a ela 🙂

  3. A minha viagem de sonho é o Japão, sem dúvida, e estas lindas fotos fazem-me ficar com ainda mais vontade! Quioto será uma das cidades que visitarei quando surgir a oportunidade de conhecer a terra do sol nascente. Obrigada por partilhares 🙂

    Gostei muito do teu blog e segui.
    Beijinhos
    miya–world.blogspot.com.br

  4. O ano passado fui ao Japão e visitei algumas cidades, entre elas Quioto. Gostei bastante do país e não me importava de lá ir outra vez. Embora tenha gostado muito de Quioto, Hiroshima, Miyajima, Himeji, Nara e Kamakura (as cidades que visitei), se fosse para voltar a uma das cidades, seria sem dúvida Tóquio! Se fosse para ter uma nova experiência seria subir ao Monte Fuji.

    Em Quioto gostei muito do Pavilhão Dourado, Fushimi Inari, passear pelo Bairro Gion… enfim, acho que gostei mesmo de tudo. 🙂

    (Ainda tenho os posts e vídeos dessa viagem para organizar e publicar. Shame on me!)

  5. Ana, não é que não haja confusão, mas normalmente está tão confinada às zonas mais comerciais que no resto da cidade antes perfeitamente bem 🙂 para além disso, tens poucos turistas comparativamente com a maior parte dos países da Europa, o que é um grande ponto a favor 🙂 Fico contente por estar a mudar a tua perspectiva! A verdade é que eu também tinha uma ideia bastante diferente e estou a adorar cada segundo aqui, a descobrir que quase todas as minhas 'teorias' estavam erradas 🙂 *

  6. Aii Jessica se eu te começasse a falar do quão maravilhoso é o Japão para visitar (especialmente por ter muito menos turistas do que qualquer um desses países) :p mas fica desse lado que nas próximas (muitas) semanas, vou partilhar todos os posts do meu passeio pelo Japão por aqui e acho que a vontade de visitares o país do sol nascente vai crescer ainda mais 🙂 beijinhos*

  7. Se tens curiosidade tens de visitar Madalena 🙂 (e mesmo que não tivesses, btw). Para ser sincera não devo apanhar a sakura, mas amei o Japão no Outono, e achei-o lindo também no inverno. Por isso diria que, primavera ou outono devem ser as estações mais bonitas para visitar o Japão 🙂 *

  8. Não é nada cliché (ou então é, mas se calhar também era a que eu escolheria). Adoro cidades grandes! E Tóquio é, literalmente, um mundo! Já lá fui tantas vezes e sinto sempre que ainda conheço tão pouco! Sim, Quioto é mesmo uma cidade pacata e, obviamente, lindíssima 🙂 *

  9. Joaninha, até eu fiquei surpreendida! Consegues acreditar que há certas zonas de Tóquio (as menos comerciais) que conseguem ser quase desertas? Parece impossível numa cidade com 9 milhões de pessoas, não é? Mas acontece! Eu gosto do Japão precisamente por causa disso, sinto que há zonas e espaço para tudo – relaxar e viver o rebuliço da cidade! Mas ainda me falta mostrar-vos imenso deste meu passeio e acho que vão continuar a adorar 😀 e escusado será dizer que o Japão tem de ser visitado pelo menos uma vez na vida! :)*

  10. Inês, não tenho dúvidas nenhumas que vais adorar o Japão quando tiveres a oportunidade de o visitar 🙂 Eu só estou a documentar o quão bonito é este país 🙂 e não tens nada que agradecer! Vou continuar a partilhar até ficar sem nada para dizer :p e espero que continues a gostar!*

  11. Ohh obrigada Cuca 🙂 Vim para o Japão em trabalho 🙂 trabalho em investigação e tínhamos uma parceria há uns anos com o laboratório japonês onde estou agora e quando surgiu a oportunidade de vir para aqui aprender umas técnicas que eles usavam, eu disse logo que sim 🙂 beijinhos*

  12. Eu ainda não me fui embora e já fico com saudades só de pensar que tenho de ir embora (mesmo estando naquela fase bipolar de querer voltar para casa, mas não querer sair daqui :p ) beijinhos*

  13. Christelle, tens de publicar isso que eu quero muito ver também! Acho super giro ver as diferentes perspectivas dadas por diferentes pessoas 🙂 Passeei por todos esses sítios de Quioto e também os adorei! Serão as paragens dos próximos posts 🙂 Eu A-DO-RO Tóquio, por isso sou suspeita! Mas sinceramente, para viver, escolheria Yokohama 🙂 *