O meu primeiro Ramen!

receita-ramen-japones-daydreams-blog-8.png

Desde que cheguei ao Japão que uma das iguarias gastronómicas que eu queria mesmo provar era o ramen. Isto porque apesar de já ter ouvido falar, nem sabia bem o que era, mas sabia que era uma das especialidades deles e, posto isto, não havia como não experimentar, não é?

Por sorte, ou destino, ou o que lhe queiram chamar, conheci pessoas espectaculares e que me tratam muitíssimo bem no laboratório para onde vim trabalhar. Como se isso não bastasse, ainda me convidaram para ir a sua casa ensinar-me a fazer o seu ramen que, pode não ser o mais típico dos típicos, mas é o seu, o da sua família – “o ramen de fim-de-semana” – e, por sinal, delicioso!

o meu primeiro ramen

Os ingredientes que vão precisar para fazer o ramen são:
– 1/4 de uma couve grande
– 2 cenouras médias
– 1 emabalagem de rebentos de soja
– Gengibre (o equivalente a rodelas de dois ou três dentes de alho)
– 3-4 Salsichas frescas
Noodles (uma emabalagem para cada pessoa)
– Óleo de sésamo
– Sal q.b.
– Pimenta preta q.b.
– Molho de soja q.b.

Neste caso foram estes os vegetais que usámos, mas podem sempre usar outros que gostem mais e que achem que se adequam. Também o óleo de sésamo pode ser substituído por azeite ou outro óleo vegetal que tenham mais à mão.

o meu primeiro ramen

Então, o primeiro passo é colocar a água a ferver. E aqui tem truque! As embalagens de noodles dizem exactamente qual a quantidade de água a ser adicionada por cada embalagem mas, como os vegetais libertam um pouco de água, adicionem um pouco menos do que a quantidade que eles dizem. Além disso, não se esqueçam de deixar a tampa da panela fechada para a água não evaporar.

Enquanto a água não ferve, cortem a couve, a cenoura e as salsichas em pedaços grandes e toscos, sem grandes preocupações. Depois de cortarem a couve, separem os pedaços com as mãos, para serem mais fáceis de cozinhar.

o meu primeiro ramen

De seguida, ponham o óleo de sésamo na frigideira e adicionem o gengibre cortado às rodelas, e deixem fritar durante um bocadinho. Se preferirem, ou for mais fácil para vocês encontrar, podem substituir o gengibre por dois ou três dentes de alho.

Depois adicionem a cenoura, as salsichas e uma parte da couve e deixem cozinhar. A não ser que usem uma panela mais funda (ou uma wok), não adicionem a couve toda de uma vez, senão correm o risco de vir parar tudo ao chão. Para temperar usem sal, pimenta preta e molho de soja. Tudo a olho, sempre q.b..

o meu primeiro rameno meu primeiro ramen

Quando a água estiver a ferver, adicionem os noodles e deixem cozinhar durante o tempo que diz na embalagem (pode variar de marca para marca).

Por esta altura os vegetais já devem estar prontos, por isso podem desligar o lume. Atenção que não é suposto que os vegetais fiquem moles, como se tivessem sido cozidos, por isso, assim que estejam com um ar mais murchinho podem desligar o lume.

o meu primeiro ramen

Enquanto os noodles acabam de cozer, adicionem o molho que vem com cada embalagem às taças onde vão servir o ramen.

Quando os noodles acabarem de cozer, e antes de os colocarem na taça, adicionem uma concha de água a ferver a cada taça para misturar o molho. Depois disso já podem adicionar os noodles. Para finalizar, acrescentem água até que eles fiquem cobertos e por cima adicionem a mistura dos vegetais que cozinharam antes.

o meu primeiro ramen

No final este deverá ser o aspecto do vosso ramen (ou parecido vá). Confesso-vos que a experiência do meu primeiro ramen foi óptima e será certamente para repetir! E foi, sem dúvida, das melhores coisinhas que já comi por aqui e, verdade seja dita, não se come nada mal no Japão.

Agora vou ficar à espera que façam a experiência em casa, com direito a fotos e tudo, boa? Tenho a certeza que vão adorar!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  1. Yum! Que receita óptima! Temos andado a experimentar fazer ramen cá em casa e tenho de experimentar esta receita! Desde que voltamos do Japão que o meu namorado quer abrir um restaurante de ramen e tonkatsu aqui em Lisboa…por isso andamos a treinar 😛

  2. Ohhh meu deus! Depois diz-me onde vai ser o restaurante que eu vou ser cliente regular! 😀 experimentem sim, é tão bom! Eu adoro a mistura da couve e das salsichas, talvez porque, até certo ponto, é uma mistura algo portuguesa :p *