Entra - Restaurante


Foi há já umas semanas que tive a oportunidade de ir experimentar o Entra. Fui, a convite da Zomato, experimentar o menu Mesa Posta, um menu em que não há pratos definidos e em que quem come apenas tem de referir quais os alimentos de que não gosta mesmo (ou aos quais tem alergia). A partir daí o trabalho é do chef e, a cada novo prato, temos uma nova surpresa. E acreditem quando digo que fomos sempre agradavelmente surpreendidos!

Entra - Restaurante 2
Entra - Restaurante 3

O espaço é fresco, bem decorado, e com um toque acolhedor. A madeira e a parede de ardósia, sempre tão animada e colorida, dão-lhe um toque de personalidade que me leva a querer ir lá uma e outra vez. E o menu das 'pomadas' que está 'agarrado' a uma garrafa de vinho? Pormenores deliciosos e despretensiosos que nos fazem sentir que estamos sentados na nossa cozinha, rodeados pelos amigos!

Entra - Restaurante 4

Começámos pelas entradas (em formato mini) e que estavam maravilhosas! Foi-nos servido um croquete bem crocante (quase parece uma redundância) numa cama de maionese (boa boa boa!) e uma salada de salmão fumado com abacate e noz. Divinal, não fosse eu uma amante confessa de tudo o que leve abacate!

Entra - Restaurante 5

Logo depois veio o risotto de tamboril. Estava uma delícia e, para menu com dois pratos principais (um de peixe e um de carne) nada, mas mesmo nadinha mal servido!

Já eu mal conseguia arranjar espaço no estômago, foi-nos servido o segundo prato: lombo de peru assado com batata doce e uns cubinhos de beterraba (não torçam o nariz que eu adoro beterraba!). Estava tão, mas tão bom que comi com o apetite de quem ainda não tinha comido mais nada!

Entra - Restaurante 6

Finalmente vieram as sobremesas: strudel (acho!) de maçã, gelado de baunilha em cama de bolacha crocante e, a minha preferida, mousse de avelã! A sério, foi sem dúvida das melhores coisinhas que comi nos últimos tempos!

Entra - Restaurante 7

Espero que tenham gostado do conceito e que vos tenha deixado com o bichinho de irem visitar o Entra que, para quem não saiba fica ali para os lados do Convento do Beato. Porque vale a pena, mesmo! E da próxima vez que lá for ainda arrisco em ser Entra Talento, ou seja, em entrar pela cozinha dentro para criar uma entrada ou sobremesa! Não que seja uma especialista na cozinha, mas sempre é uma perspectiva diferente da normal ida ao restaurante como de costume, não acham?


Posts relacionados

3 comentários

  1. Adorei o conceito! Uma vez também fui a um restaurante na Covilhã em que também fomos servidos assim: entrámos, o chef perguntou-nos se tínhamos muita ou pouca fome e criou-nos um menu personalizado (pudemos alterar os pratos consoante os nossos gostos). Foi uma experiência muito gira!

    ResponderEliminar
  2. É realmente uma ideia original, não é? Adoro não saber ao que vou :) *

    ResponderEliminar
  3. Parece delicioso e achei o conceito bastante interessante.

    ResponderEliminar