Decorar com Malas Vintage

Sou uma amante do que é antigo, de outras épocas. Nas férias de verão, quando era mais nova, adorava explorar as malas de cânfora – que estavam em casa dos meus avós – com a minha mãe e descobrir as roupas que ela usava e que, me apercebi, muitas delas haviam voltado a estar na moda. Depois disso, vestia-me toda, punha colares e pulseiras, se a minha mãe estivesse com paciência ainda me passava o batom e lá andava eu por casa toda enfeitada, a (re)viver as épocas e estilos que a minha mãe tinha vivido.

Não é, então, por acaso que adoro o toque do clássico na decoração. E quando há já uns tempos, os meus olhos se depararam com a utilização de malas de viagem vintage como parte integrante da decoração de uma casa que sonho com o dia em que vou ter espaço para, também eu, poder utilizá-las.

Aquele ‘malão’ da Louis Vuitton, a lembrar viagens de carroça e coisas do género, fez as minhas delícias! É que consegue ser chique, e ao mesmo tempo ter um ar pouco arranjado que me agrada muito!

Como mesa de cabeceira, de apoio, como forma de arrumação ou a fazer de estantes, estas malas dão aquele toque pessoal, inspirador, e mais, dão mesmo muito estilo. Não concordam?
(Imagens via: 123456,789)

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  1. Revi-me nas tuas palavras; adorava vestir roupas antigas da minha mãe e da minha tia, achava que pertenciam a um mundo quase mágica de tão longínquo que me parecia na altura.

    Essas malas são fantásticas para decoração! A diferença entre essas e as modernas é que quando estas últimas estão no nosso quarto parece só desleixo da nossa parte, porque se calhar ainda não desfizemos a mala desde a última viagem. Eheheh.
    Com as antigas, mete-se a um canto e ficam maravilhosamente bem! :D*