Como fazer um Diário de Viagem

como-fazer-diario-de-viagem-diy-daydreams-blog

Quando falei aqui do planeamento das viagens, com aquelas dicas maravilhosas (que eu não quero que vos falte nada), a Ju, autora do blog Happiness in the Box (e é mesmo isso que é o blog dela, uma caixinha de pormenores do seu dia-a-dia que servem para nos fazer felizes) sugeriu que, nas próximas viagens que fizesse iria levar um caderninho para escrever todos os pormenores da mesma, para mais tarde saber exactamente por onde andou, onde foi que comeu aquele pitéu tão saboroso, etc.

Esta ideia já tinha sido posta em prática por moi même nalgumas das viagens que já fiz, mas normalmente escrevia em blocos e acabava por perder as folhas e, consequentemente, essa informação tão valiosa. Foi por isso que, quando li a sugestão da Ju, me surgiu logo a ideia de fazer o meu próprio Diário de Viagem, caderninho no qual irei escrever, a partir de hoje, todos os pormenores das minhas viagens. Sendo assim, arranjei todo o material necessário e pus mãos à obra.

O material de que precisei foi:
– 1 caderno preto, básico (que comprei no Continente);
– revistas de agências de viagens;
– cola de batom;
– folhas brancas;
– tesoura;
– canetas de feltro;
– papel autocolante.

O primeiro passo foi escolher nas revistas as imagens achava mais bonitas para forrar o caderno, e recortá-las. De seguida organizei-as do modo que pretendia e, finalmente colei-as.

A seguir, achei que ficava giro escrever um título no caderno: Diário de Viagens. Para isso, recortei as letras dos títulos das brochuras da agéncia de viagens e colei-as uma a uma.

Finalmente, para tornar o caderno mais resistente, decidi forrá-lo com papel autocolante. Assim é possível que saia impune a qualquer acidente que possa acontecer.

Este foi o resultado final. Gostam? Na próxima vez que for viajar este vai ser o meu fiel companheiro e tenho a certeza que me vai ser bastante útil.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  1. Fátima, adorei a dica! Vou tratar disso sim. Provavelmente até colo o dito envelope ao próprio caderno 🙂 e sim, saiu muito barato e apesar de estar bastante básico deu-me imenso gozo fazê-lo 🙂 *

  2. ó tão querida 🙂 obrigada pela referência.

    Realmente, este teu caderno está muito à frente, muito giro e personalizado, gosto muito…eu quando pensei no caderno, imaginei mesmo algum que estivesse aqui em casa com páginas vazias ahaha *

  3. Gostei muito! Além de ficar muito mais económico que os 'travel journal' da moleskine, divertiste-te por antecipação a fazê-lo, e com certeza que te vai dar muito mais gozo escrever nele! 🙂
    Uma ideia: trata de procurar (pode levar algum tempo, ou não, depende) um envelope pequeno (tipo tamanho cartão de visita, mais ou menos), transparente ou pelo menos translucido, para guardares algumas moedas que te sobrem, do país onde vais. Eu tenho umas quantas que trouxe da primeira vez que fui a Inglaterra, guardadas dentro de uma pequena 'arca de tesouro – pequenina mesmo, de tal forma que nem sei exatamente onde está 🙂
    B'jinhos!

  4. Eu bem que tentei escrever tudo num caderninho quando fui a Barcelona, mas no final acabei vivendo tanto que não escrevi quase nada… A ideia morreu na praia 🙁 Mas há uns tempos comprei um livro que tinha uma sugestão mais engraçada que o caderno. Era uma espécie de bolsa com recorte, bilhetes, contas e outras pequenas coisas de recordação e algumas notas e conselhos 😉

    Mas conta lá, qual é a próxima viagem? Beijinhos :*

  5. Pois, eu não tenciono escrever tudo na hora. É mais para quando chegar ao hotel me sentar a pensar em tudo o que fiz e registar 🙂 acho que vai valer a pena e que vou conseguir fazer esta ideia resultar 🙂 *

  6. A ideia é gira, mas é preciso ter paciencia! Já tentei fazer um diário de viagem. Escrevi no primeiro dia e depois não tive paciencia para estar a escrever, em vez de estar a absorver tudo… :-p

  7. Ahahah! Talvez não leve isso tudo, a caneta é que é indispensável, mas depois escrevo o que 'encaixa' em cada dia para depois saber onde colar (ou agrafar) cada bilhete ou cada nota 🙂 *

  8. Ohh obrigada 🙂 fiquei mesmo feliz por teres gostado! Acho que a primeira viagem que vou fazer atrelada a este caderno vai ser mesmo Paris, mas depois conto tudinho 🙂 *

  9. Grande ideia!!!! E não te esqueças de levar uma caneta, cola e tesoura (e fita cola, já agora), para ao fim do dia colares tudo nos sitios (já me aconteceu e no fim não me lembrava da ordem das coisas).