Window seats



Sabem aquelas casas vitorianas tão pitorescas? Sempre as adorei. Pela arquitectura tão típica, mas principalmente pelas suas janelas. Não as janelas normais, mas aquelas janelas angulosas que dão pelo nome de bay windows, que podem ver na imagem acima, nesta linda rua de Washington. E os cantinhos mimosos que uma janela destas permite?

A minha imaginação fértil de criança fazia-me sonhar com o dia em que ia ter uma casa com uma janela assim. Mas a causa era nobre. Queria muito ter um espaço onde pudesse ler toda a tarde, e perder-me nos mundos do imaginário e do fantástico que construía. E haverá algo melhor que um recanto de leitura onde possamos aproveitar toda a luz natural possível?

A verdade é que esse sonho nunca me abandonou e só espero um dia poder torná-lo realidade adaptando-o, obviamente, à realidade do nosso tipo de construção (porque dificilmente iria conseguir encontrar em Portugal uma casa com uma janela deste género). Sendo assim, pus mãos à obra e tratei de encontrar inspirações para aquele que será, um dia, o meu recanto da leitura, ou das histórias para os mais pequeninos, ou das sestas reconfortantes, seja na sala ou cozinha, no meu quarto ou no quarto das crianças, ou simplesmente naquele espacinho por baixo da janela por onde entra toda aquela luz e que nós queremos tanto aproveitar.


Sempre fui uma pessoa caseira. Por mim não custa nada ficar o fim-de-semana inteiro dentro de casa a trabalhar nas minhas coisas. Naquelas que me dão mesmo prazer e para as quais me é difícil encontrar tempo durante a semana. Mas não gosto nada de ter de acender luzes durante o dia. De sentir que a luz que está a abrilhantar o meu dia não é a do sol. Daí que encontrar estes espaços seja, para mim, essencial.


E a juntar à parte emocional, as questões práticas - um cantinho destes e com arrumação por baixo? O êxtase de qualquer mulher! (Ou meu, pronto!)


E refugiarmo-nos do mundo só com um livro como companhia é bem capaz de ser das melhores coisas que existem. E se a isso, no tempo frio, juntarmos uma chávena de chá (já começo a gostar mais) ou de chocolate quente, então chegámos mesmo ao paraíso.


(Imagens via: 1 - 2 - 3,4 - 5 - 6 - 7 - 8 - 9 -10)


Posts relacionados

20 comentários

  1. Sonho em ter uma casa assim um dia. Estive este fim de semana em Londres e passou-me muitas vezes a seguinte frase pela cabeça sempre que via uma casinha com ar pitoresco: "Largava tudo para viver aqui". Ahahah. Talvez um dia. :)

    Nem que seja uma casa de campo! Também não dizia que não. :D

    :*

    www.joanofjuly.com

    ResponderEliminar
  2. Sinceramente, acho que tendo em casa janelas que dêem directamente para a rua permite que se possa fazer um window seat em qualquer recanto :) eu até podia fazer isso no meu quarto de hóspedes/escritório, mas implicava fazer mobiliário à medida, logo mais caro. Mas ainda vou ter um, e depois prometo que partilho! *

    ResponderEliminar
  3. Sou fã deste tipo de janelas! E dos cantinhos de leitura com muita luz natural!

    ResponderEliminar
  4. Realmente..ter um cantinho assim é um sonho, que imagens tão bonitas e inspiradoras. Eu antigamente detestava estar em casa, agora também não me importo nada, mas mais do que um dia sem apanhar ar de lá de fora já não aguento, começo a ficar com dores de cabeça ahahaha.

    ResponderEliminar
  5. Na minha 1ª viagem a Londres, o quarto onde passei as duas 1ªs noites tinha uma janela assim, que dava para uma praça, mesmo na zona de Victoria.
    Escusado será dizer que não dormi muito. Preferi ficar a sonhar acordada, sentada/deitada na janela :)

    ResponderEliminar
  6. Acho que um espacinho destes torna logo uma divisão muito mais acolhedora :) fiquei cheia de vontade de aproveitar a janela do quarto de hóspedes/escritório para me aventurar numa coisa destas! *

    ResponderEliminar
  7. Ohh que bom! Quem me dera! Nunca tive a oportunidade de poder estar sentada à beirinha de uma janela destas. Mas que as adoro, isso adoro! Acho lindas de morrer :)

    ResponderEliminar
  8. Eu cá sempre fui super caseira. Também gosto de rua e de apanhar ar, e de me ir inspirar no que há de bom fora de portas, mas quem me tira o meu cantinho e a possibilidade de desfrutar dele como deve ser, tira-me tudo. Talvez seja melhor não ter uma janela destas...acho que nunca mais tinha vontade de sair de casa ao fim-de-semana (e talvez durante a semana também) enquanto tivesse livros em casa por ler :p

    ResponderEliminar
  9. Eu também tenho um fascínio por essas casas e delicio-me sempre que vejo uma assim tão bonita como as fotografias que mostraste. É maravilhoso e sim, já tirei algumas fotografias assim em cantinhos maravilhosos... :)

    Quem sabe não conseguimos uma destas só para nós um dia, hem? :)

    ResponderEliminar
  10. Querida Raquel, podemos sempre construir uma moradia geminada, cada uma com a sua bay window. Mas está visto que basta apenas uma janela por onde entre muita luz natural e um pouco de imaginação para podermos ter um recanto de leitura bem bonito e adaptado ao nosso estilo de construção :) *

    ResponderEliminar
  11. Não sabia o nome, também tenho uma paixão por elas, eu costumo dizar aquelas janela grandes mas que não chegam ao chão !!!!

    adorei as imagens

    ResponderEliminar
  12. Ahaha eu também não sabia até ter ido procurar, mas adorei a descrição :) só sabia que faziam parte das casas vitorianas e daí ao termo 'técnico' foi um pulinho :) *

    ResponderEliminar
  13. Adoro!! Acho tão lindo, quero uma coisa assim quando tiver a minha casinha! :)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  14. É, acho que não há como resistir-lhes :) dão sempre um toque de personalidade. *

    ResponderEliminar
  15. Amava ter um cantinho assim só para mim...especialmente no meu quarto!
    Acredito que ia lá passar muito tempo :)

    ResponderEliminar
  16. Adoro, adoro, adoro!

    Acho que todas nós - principalmente mulheres - que adoramos ler desejávamos ter uma coisinha destas. Eu não sou exigente e não preciso de uma casa vitoriana (o meu irmão vive numa e aquilo é uma "pure mess", pelo que acho que ele estragou a minha fantasia!), mas aquela janelinha com o parapeito maior e umas almofadas com um padrão giro também fazem parte do meu refúgio de sonho.

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  17. Minha querida!! Acho que todas nós que gostamos de leitura e somos umas sonhadoras por natureza amamos esse tipo de janelas.
    Ando sempre a procura do espaço ideal, também sonho um dia ter um espaço assim, nem que seja como aquele dentro de uma biblioteca com um vidro gigante, amei também!!
    Londres foi desde sempre o meu destino de eleição, talvez por causa disso, por causa dos filmes que via, pelos sonhos que alimentei sobre as casas que gostaria de viver, já para não falar que tenho uma alma antiga dentro de mim, que aprecia tudo o que é vintage e que mesmo assim consegue transparecer beleza. Os filmes de época me fascinam, fotografias, roupas, tudo.
    Enfim...sonhos com janelas dessas, mas sonho também com locais específicos para tomar café da manhã ou lanche e hall de entrada com aqueles móveis específicos chamados "mudroom", onde as pessoas deixam os casacos, sapatos e todo o resto. Um dia quem sabe não seremos vizinhas? Afinal se gostamos disso, quem sabe não vamos morar para a mesma vizinhaça? :)

    bjs.

    ResponderEliminar
  18. Também eu...admito que poderia ser até um problema :p *

    ResponderEliminar
  19. Pois, cá em Portugal éramos capazes de não ter sorte com as casas vitorianas, mas as nossas casas antigas com janelas altas servem perfeitamente o propósito :) *

    ResponderEliminar
  20. Percebo-te perfeitamente, eu também adoro tudo o que seja de época! Depois de ir a São Francisco e de ter visto bairros inteiros de casas vitorianas ainda fiquei mais apaixonada por elas. Ohh sermos vizinhas era tão bom! Saía sempre à rua impecável porque tinha ao meu lado uma maquilhadora mega talentosa :) Eu, um dia, ainda vou ter um cantinho assim... como espero ainda continuar por aqui (leia-se blogosfera) depois eu mostro :D *

    ResponderEliminar