Pelos caminhos de Roma #3



Hoje é segunda-feira e, por isso, dia de mais um passeio, que será o último deste passeio por Roma. E haverá melhor maneira de terminar esta viagem que a dar um voltinha pela deslumbrante Cidade do Vaticano? Estou convencida que não, e espero conseguir convencer-vos do mesmo.


A entrada na Cidade do Vaticano. É engraçado que, não sendo eu uma pessoa religiosa, não pude deixar de sentir uma certa emoção por saber que é ali que se estabelece toda a base de uma das mais importantes religiões do Mundo, a católica.






Pormenores da Praça e Basílica de São Pedro. Acho que não há nada que tenha sido deixado ao acaso. Para qualquer lugar para onde nos viremos tudo foi pensado, projectado e trabalhado ao pormenor. É realmente um trabalho de arte fascinante e minucioso.


O interior da Basílica de São Pedro. É maravilhosa, não pela sua grandiosidade, nem pelo que possa representar para quem lhe dê um valor religioso, mas porque as estátuas são magníficas! Há uma estátua 'vestida' com um manto de pedra rendilhado, perfeitamente trabalhado. É tudo de uma perfeição incrível.



Alguns representantes da Guarda Suíça. É impossível não ficarmos intrigados com estas figuras, que sinceramente, metem pouco respeito (ou medo). Fazem-me sempre lembrar os bobos da corte de tempos idos, e talvez por isso os ache tão engraçados.


Uma das Pietà de Michelangelo. Sou sincera, este é o meu artista do Renascimento preferido. E uma curiosidade: lembram-se que as Tartarugas Ninja tinha os nomes dos artistas do Renascimento mais sonantes? Michelangelo, Donatello, Raffaello e Leonardo? E o Michelangelo sempre foi o meu favorito!


Um jardim que se encontra no meio dos vários edifícios que compõem a Cidade do Vaticano e alguns pormenores dos trabalhados das salas por onde passamos quando vamos em direcção à Capela Sistina. Não são lindos?


A Capela Sistina. Tão pequenina e tão tão tão magnífica! É proibido tirar fotografias, mas eu não resisti e discretamente tirei uma do pormenor das pinturas mais conhecido: A Criação de Adão. Impossível não ficar feito tonto a olhar para o tecto de boca aberta até o pescoço começar a doer. E mesmo assim continuamos a olhar! Porque dava mesmo era vontade de mandar toda a gente sair para nos podermos deitar no chão e apreciar durante horas aquele que é um dos trabalhos mais memoráveis de Michelangelo e de todo o Renascimento.

Espero que tenham gostado do passeio a Roma. Para quem não viu tudo, pode encontrar toda a viagem aqui:



 Não percam para a semana um passeio por Florença!


Posts relacionados

2 comentários